segunda-feira, 18 de abril de 2011

PORQUÊ / São Reis


É exatamente esse grito que está preso na minha garganta e no meu coração...

Porquê
Tenho de ser cinza e amarga
Se posso ser arco-iris e feliz?
Porquê
Tenho de viver com a decepção
Se posso viver partilhando?
Porquê
Me contentar com a metade
Se sinto poder alcançar o todo?
Porquê
Me preocupar com quem não me quer
Se há tanta gente me querendo?
Porquê
Complicar a vida
Se posso simplificá-la?
Porquê
viver amarrada a dogmas
Só porque a sociedade assim o entende?
Porquê
viver de sobras
Quando posso ter mais?
Porquê
Não posso tentar meu voo de liberdade
E tentar ser feliz?
Porque não posso rasgar os céus
Planando de felicidade?
Porquê
Tenho de continuar perdoando quem me ofende?
Porquê
Tenho de continuar fingindo o que não sou nem sinto?
Porquê?
Porquê?
Acho que vou ter fazer algo a respeito...
Porque
Quero ser pássaro rasgando os céus
Quero voar livre sem pressas nem controlo
Quero ser simples, directa
Quero poder escolher entre ser magoada e ser feliz
Quero poder olhar nos olhos de alguém sem medo nem pressões
Sendo assim simples,
sem medos,
sendo apenas eu..
Sendo apenas um arco-íris num dia de tempestade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário