domingo, 4 de agosto de 2013

SEM TEMPO / AMARÍLIS ADÉLIO

O tempo,
uma fração dentro do tempo...

Um pulsar do coração,
sem tempo.

Na pressa, tropeça;
não chega a lugar nenhum.

Se funde confunde,
com os ponteiros do relógio...

Que marcam um tempo,
que não é seu tempo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário