sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Só entende uma criança quem vê com os olhos de criança! / Paulo Novaes Silva

Só entende uma criança quem vê com os olhos de criança!

Assim vamos vivendo nossas vidas, com olhares cansados, mergulhados na rotina. Paramos de acreditar que coisas fantásticas podem acontecer e nada mais nos surpreende. O nascer do sol, a chuva, a flor desabrochando. Isso não é mais percebido com o fascínio de uma criança que recém está descobrindo o mundo. Acomodamo-nos com o que acreditamos que o mundo seja e ali permanecemos estáticos às belezas do mundo.

O ideal seria ver o mundo com os olhos de uma criança, sem medo de errar e prezar sempre pela felicidade. Ser teimoso o bastante para seguir com nossos ideais até o fim e acreditar em um mundo melhor. Nós somos crianças crescidas, porém muitas vezes esquecemos que esse nosso lado ainda existe. Observemos o nascer do sol e a chuva caindo como se fossem as cenas mais fantásticas, porque, realmente, elas são esplêndidas. Assim a vida fica mais leve, com direito a príncipes, fadas e tudo que a imaginação permite. Basta não encararmos o mundo como uma longa jornada de acertos e erros e, sim, um mundo encantado prestes a ser descoberto. E aí, como você encara a vida?


Foto: Só entende uma criança quem vê com os olhos de criança!

Assim vamos vivendo nossas vidas, com olhares cansados, mergulhados na rotina. Paramos de acreditar que coisas fantásticas podem acontecer e nada mais nos surpreende. O nascer do sol, a chuva, a flor desabrochando. Isso não é mais percebido com o fascínio de uma criança que recém está descobrindo o mundo. Acomodamo-nos com o que acreditamos que o mundo seja e ali permanecemos estáticos às belezas do mundo.

O ideal seria ver o mundo com os olhos de uma criança, sem medo de errar e prezar sempre pela felicidade. Ser teimoso o bastante para seguir com nossos ideais até o fim e acreditar em um mundo melhor. Nós somos crianças crescidas, porém muitas vezes esquecemos que esse nosso lado ainda existe. Observemos o nascer do sol e a chuva caindo como se fossem as cenas mais fantásticas, porque, realmente, elas são esplêndidas. Assim a vida fica mais leve, com direito a príncipes, fadas e tudo que a imaginação permite. Basta não encararmos o mundo como uma longa jornada de acertos e erros e, sim, um mundo encantado prestes a ser descoberto. E aí, como você encara a vida?

Nenhum comentário:

Postar um comentário