quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

A vida e o cálice de vinho / Célia Portes

A vida e o cálice de vinho... A vida as vezes te decepciona tanto, que você acaba se acostumando com as coisas ruins... E aí você aprende a aceitar a dor, como aceita outras coisas. Como pedaços de rolha dentro de um cálice de vinho. Você não vai jogar o vinho fora só por causa disso. Você vai simplesmente separar os pedaços de rolha, e continuar a beber, a viver... Mesmo que os pedaços de rolha, a dor, ou as coisas ruins continuem ali, indo e voltando em seu copo. As vezes vai parecer que você vai se engasgar, sufocar com os pedaços de rolha, com a dor... Mais aí você aspira o ar com mais força, e continua bebendo, ou simplesmente vivendo... Mas chega uma hora, que você não quer mais beber seu cálice de vinho, com pedaços de rolha dentro, não quer mais viver com a dor, com as coisas ruins, com as tristezas. O que você quer mesmo é mudar o cálice, quer provar outros vinhos, quer viver outras vidas. Vidas onde pedaços de rolhas como dores sofrimentos e tristezas, não estarão mais dentro do seu cálice, em sua vida. Para fazer isso, é preciso aspirar muito fundo, e ter muita força e coragem, para mudar de cálice, trocar o vinho, mudar a vida, viver a vida...

Nenhum comentário:

Postar um comentário