segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Droga lícita / Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Droga lícita é uma droga cuja produção e uso são permitidos por lei, sendo liberada para comercialização e consumo. São drogas lícitas, por exemplo, as bebidas alcoólicas e o cigarro.
Observa-se aqui que o fato de serem liberadas não significa que não tenham algum tipo de controle governamental, bem como não provoquem algum prejuízo à saúde mental, física e social. Isto dependerá de múltiplos fatores tais como quantidade, qualidade e frequência de uso.
As drogas lícitas mais consumidas pela população em geral são: álcooltabaco,benzodiazepínicos (remédios utilizados para reduzir a ansiedade ou induzir o sono);xaropes (remédios para controlar a tosse e que podem ter substâncias como acodeína, um derivado do ópio); descongestionantes nasais (remédios usados para desobstruir o nariz) os anorexígenos (utilizados para reduzir o apetite e controlar o peso);Suplementos alimentares e os anabolizantes (hormônios usados para aumentar a massa muscular). [1]
O termo droga possui uma aplicação bastante específica. Segundo a definição literal, vê-se que droga é uma substância de uso médico ou terapêutico, ou ainda, aquilo que tem efeito entorpecentealucinógeno ou excitante, cujo uso pode levar a dependência.

As substâncias que recebem esta denominação classificam-se em lícitas, de aplicação estritamente médica e terapêutica recomendada e controlada por profissional médico devidamente inscrito e habilitado no órgão competente da classe, e ilícitas, que são aquelas danosas à saúde ou ofensivas à moral sendo, portanto, proibidas por lei e reprimidas pelo ordenamento pátrio. Contudo existem as drogas lícitas de uso recreativo como as bebidas alcoólicas, tão prejudiciais à saúde quanto as drogas ilícitas.

Referências

Nenhum comentário:

Postar um comentário