segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Vivendo o passado...

‎"O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado. 
A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade." 
(Clarice Lispector)



É incrível perceber o quanto ainda vivencio o passado. No meu entender, nada justifica isso. Queria, simplesmente, poder esquecer e recomeçar. Muitas vezes acredito que estou conseguindo e, aí, quando dou por mim, fracassei novamente. Como o passado tem força, um imã negativo que nos atrai para o fundo. Não é uma questão de perdão, pois já perdoei tanto e tantos...Mas não consigo deixar de olhar para trás, toda vez que deveria olhar para frente. Por isso estou sempre com depressão...pois quando acho que estou legal, vem alguém do passado para me prender. Talvez seja fácil, quem está de fora, dizer: não olhe...não ouça...não aceite. Mas não é bem assim. O medo, a revolta, a aceitação do fato, fazem eu agir do modo contrário. Mesmo não tendo culpa, mesmo ter sido a vítima.
Outro dia me deu "cinco minutos" e fiz algo que não recomendo a ninguém: "matei" os meus sonhos...os meus desejos. Quem conhece a minha história, sabe o quanto eles foram importantes para eu sobreviver. E agora, ao deitar e apagar a luz, fica um vazio, um buraco que clama para ser preenchido, mas não tenho mais coragem...
Quero vencer no presente para poder ter um futuro. E mesmo não tendo coragem de sonhar, os desejos não morrem...permanecem. E eu fico no meio...entre o sonho e o desejo...entre o passado e o presente...com plena consciência que amanhã já é o futuro...

Nenhum comentário:

Postar um comentário