terça-feira, 18 de maio de 2010

Preconceito

Recebi um e-mail de uma grande amiga virtual, narrando certos fatos que ocorreram na Páscoa. Como estive doente, não fiquei a par de certas notícias e essa foi uma delas.
A notícia era de que certos jogadores de Santos Futebol Clube se recusaram a participar de uma ação beneficente, que visava a entrega de ovos de Páscoa para crianças com paralisia cerebral. O evento foi promovido por um Centro Espírita e os jogadores são evangélicos.
Como espírita sei que sim, há o nosso Livre Arbítrio. Mas também nós foi dado o bom senso para distinguir o preconceito e certos princípios.
A solidariedade não deveria se restringir a religiões, crenças. Ela precisa ser maior, para poder haver coesão entre ela e a finalidade de ajudar.
Aliás, o evento não era religioso e sim de ajuda, de solidariedade. Bastava entregar os ovos, dar um sorriso...
O preconceito religioso é uma falta de respeito com o próximo. O preconceito é um mal com o qual convivemos diariamente. Todos nós já sofremos ou praticamos um dia. E, com certeza, sabemos ou temos uma idéia de como dói. É preciso lutar contra esse mal para que pessoas inocentes não paguem o preço da indiferença e da omissão.

Um comentário:

  1. OLa Amiga Bia
    O preconceito advem sempre, de quem não se conhece a si mesmo.
    A razão se faz presente pela aus~encia de visão de amor pelos outros , porque se nós amamos ,então não existe preconceito..
    Quem assim atua, está apenas se enganado, pois será um solitario em meio de penunbra...Muita paz

    Victor Passos
    Amiga gosto do seu blog depois visitarei o outro..faça-se seguidora do meu blog, vejo que gosta de Pedagogia ser´+a otimo trocar conhecimento:
    http://pessoasnotempo.blogspot.com/

    Muita paz

    ResponderExcluir