terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Pensamentos

“Um país que precisa de um Estatuto da Criança para respeitar a criança tem alguma coisa errada no seu processo civilizatório”.
Moacir Godotti
Filósofo e Educador

“É dever de todos velar pela dignidade da criança e do adolescente, pondo-os a salvo de qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor”.
Estatuto da Criança e do Adolescente / Lei nº8. 069/90
Capítulo II / Art. 18

“Estamos sendo chamados, diariamente, a decidir pelo tipo de sociedade que queremos. A decisão é da nossa responsabilidade e se reflete pelas respostas que damos às questões com as quais nos deparamos”.
Augusta Cristina de Souza Novaes
Psicanalista /Filósofa/ Mestre em Letras

“Tomar conta da própria vida é estar em harmonia com vontade divina, a que concedeu a cada pessoa a noção de deveres éticos perante si e perante a sociedade em que vive”.
Lições do Socratismo
[Para o filósofo grego, uma vida que não é continuamente examinada é indigna de ser vivida].
Por J.C. Ismael (escritor e jornalista)

Muitas vezes é mais fácil “fechar os olhos” e fazer de conta que as leis, os pensadores, os educadores estão aqui para agir por nós. Infelizmente não é assim. Cada ser tem de ter a consciência do papel que desempenha na sociedade. É muito fácil achar que algo já está sendo feito contra a violência, contra os vícios e contra a imoralidade. Todos nós temos o dever, o princípio de ajudar um ao outro. Pois a vítima de hoje, pode ser o salvador de amanhã. E aquele que pede ajuda, poderá num futuro próximo estar estendendo as mãos, os braços ao suplicante.
PS: Vi no jornal do SBT que a atriz Lady Francisco foi assaltada e agredida. Ela estava convocando as pessoas a lutarem, a irem atrás dos seus direitos. E é lógico que ela está certa. Por isso, eu também estou pedindo ajuda para a minha luta, apelando para a divulgação do problema e quem sabe, criação de um centro de atendimento às mulheres que sofreram violência sexual. Só que não sou uma “celebridade” para aparecer na TV, virar notícia. Então, vamos fazer alguma coisa! Para mim, já é um pouco tarde. Mas, para muitas, ainda há tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário