terça-feira, 3 de agosto de 2010

Xamanismo e Cocaína / por J. Sepúlveda

Prisão reveladora: um dos principais assessores do Presidente Evo Morales da Bolívia, o xamã que o empossou como "guia espiritual da nação", foi preso com mais de 300 kg de cocaína para tráfico. Um facto insólito? Não. Um facto revelador dos rumos políticos do projecto do Socialismo do século XXI que abala a América Latina e a está transformando num santuário para grupos terroristas e um paraíso para narcotraficantes. O "moderado" Lula, amigo de Ahmadinejad, protetor da ditadura comuno-castrista e grande aliado de Chávez, é incentivador do governo de Evo Morales e de suas políticas "cocaleiras".


Radar da mídia: Xamanismo e cocaína

radardamidia.blogspot.com

Postado por J. Sepúlveda às 15:48 Marcadores: Bolívia, Evo Morales, Foro de São Paulo, Lula, narcotráfico, Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário